Seguidores

segunda-feira, 5 de maio de 2014

1 comentário:

Beatriz Bragança disse...

Querida Irene
Quanto ritmo!
Um fado cheio de salero!E olé!
Gostei muito.
Ainda não conhecia!
Haja imaginação!
Obrigada por partilhar.
Um beijinho
Beatriz