Seguidores

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

domingo, 25 de janeiro de 2015

sábado, 24 de janeiro de 2015

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

AO MEU AMOR
Dependurei a lua cheia no céu
Para iluminar teu nome
Bordado com as estrelas...
Que bailam entre nuvens ao vento
Espalhando o amor
Que vai em meu coração

autora:
Nanci Laurino
imagem de Raluka Daniel

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Procuro na noite colher o teu amor...
Procuro-te nas trevas silenciosas da noite
nas horas sem fim sem amor algum
como a noite é longa !...
A minha alma rasgou-ma a solidão...

Manuel Marques (Arroz)

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

<iframe width="460" height="315" src="//www.youtube.com/embed/ThVO5x9Gatg" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

" Existem momentos na vida da gente, em
que as palavras perdem o sentido ou
parecem inúteis e, por mais que a gente
pense numa forma de empregá-las, elas
parecem não servir. Então a gente não...
diz... Apenas Sente! "
(Sigmund Freud)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

domingo, 11 de janeiro de 2015

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

CORPO ANTERIOR - Jorge Wanderley

Que faço aqui, neste meu corpo, amando
Outro corpo, doado — e estranho a mim?
Dois corpos desiguais e no comando
O que eu decido. E quem decide assim?
Estranho todos os departamentos
E eu sou um outro, que não pousa aqui.
Cada nervura, poro, o tegumento
- Desconheço de todo, nunca vi.
Altura que não quero, mãos esquerdas,
O que está velho e não forjou memórias,
O gesto alheio, o olhar sobre tropeços,
São crônicas já pálidas, a perda
Do nunca possuído: alguma história
Que espera no futuro o seu começo.

extraído, com a devida autorização, do blogue:
http://palavradeateop.blogspot.pt/

devidamente cedido

Eu te quero Amor
Como eu encontrei…
O amor da minha vida;
Que me acompanha nesta vida:...
Que me ajuda a levantar,
Quando eu estou caído.
O teu carinho…
É terno como uma flor;
Teus lábios são doces como o mel.
Eu te amo e tu me amas…
Ao pé de ti quero estar e envelhecer;
Juntos até aos fins da minha vida:
Para ver tua cara ao amanhecer.
Vejo nos teus lindos olhos…
O teu desejo do sol resplandecente;
Eu te amo e tu me amas:
Com o passar dos anos!
Cada dia eu te amo mais.

Autor Santa Cruz
Direito do Autor @reservado.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015




UM POUCO DA HISTÓRIA DA MÚSICA

Inicialmente foi composta com o nome “COMME D’HABITUDE”, em língua
francesa, por Claude Françoise, música pertence a Claude Revaux. Isso
foi em 1967.
Na década de 1970,  o cantor canadense Paul Anka adquire direitos de
escrever a música MY WAY, usando a melodia de Revaux e entrega-a a
Frank Sinatra para divulgação.
A letra fala sobre a história de um homem que está perto da morte e
conta a história de sua vida com um fictício amigo sentado ao lado
dele. A personalidade desse homem é forte, confiante e determinada que
não depende de outros para programar a sua vida. Está feliz de ver
como viveu, o curso que tomou sua vida e realização; Ele reconhece que
ele se arrepende e que sofreu, no entanto permanece optimista e
espantado pelo que alcançou até agora e em sua própria maneira.
A música MY WAY foi tão bem sucedida que foi traduzido para outros
idiomas e interpretada por vários cantores famosos (Elvis, Pavarotti)
e até mesmo como uma rumba flamenca.
Mas no final entre Paul Anka e Claude Françoise, se produziu um
julgamento que não termina,  apesar de  Françoise já falecido. Mas os
vencedores foram aqueles que se deliciam com  essa música.

seguimos desfrutando esta música.
"MY WAY"  -  ANDRÉ RIEU  -  RADIO CITY MUSIC HALL
(obrigada, Hermínia)



(obrigada Hermínia)

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

domingo, 4 de janeiro de 2015

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015