Seguidores

sábado, 25 de junho de 2016

Eu sei quem sou...
Só eu sei quem sou e mais ninguém!
Ninguém olha meus olhares.
Ninguém ri meus sorrisos.
Ninguém ama meus amores. ...
Ninguém sente minhas dores.
Ninguém ora minhas preces.
Ninguém sonha meus sonhos.
Ninguém chora minhas lágrimas.
Ninguém sente o meu sentir.
Ninguém vai comigo
Quando eu tiver que ir
Portanto não me julgue,
Não ponha pensamentos no meu ser,
Sentimentos em meu coração,
Palavras em minha boca,
Sem antes me conhecer
E viver o meu viver.

__Jorge Luiz Vargas

sexta-feira, 17 de junho de 2016

domingo, 12 de junho de 2016

GARRAS DOS SENTIDOS
Não quero cantar amores,
Amores são passos perdidos,
São frios raios solares, ...
Verdes garras dos sentidos.

São cavalos corredores
Com asas de ferro e chumbo,
Caídos nas águas fundas,
não quero cantar amores.
Paraísos proibidos,
Contentamentos injustos,
Feliz adversidade,
Amores são passos perdidos.
São demências dos olhares,
Alegre festa de pranto,
São furor obediente,
São frios raios solares.
Dá má sorte defendidos
Os homens de bom juízo
Têm nas mãos prodigiosas
Verdes garras dos sentidos.
Não quero cantar amores
Nem falar dos seus motivos.
Augustina Bessa-Luís

segunda-feira, 6 de junho de 2016